CARTÃO POSTAL KALI
Cód:
INND0037730000

Nossos produtos são artesanais. Sendo assim, pequenas alterações nas cores, desenhos, tamanhos, pesos e formatos das peças podem ocorrer

Por: R$ 6,00

Preço a vista: R$ 6,00

Opções de Parcelamento:
  • à vista R$ 6,00
Outras formas de pagamento

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Descrição do Produto

Descrições

ApresentaçãoOrigem: ÍNDIA
Cidade: NOVA DÉLI
Material Principal: CELULOSE/PAPEL
Tamanho (LxPxA cm): 13x0x18
Peso (kg): 0,005
BenefíciosKali, que significa literalmente "A Negra", é uma das divindades mais respeitadas do hinduísmo.
Deusa da morte e da sexualidade, é a "esposa" do deus Shiva, em algumas culturas, pois, segundo os Vedas, Shiva é transformado em Kali, que seria um de seus lados, para trazer o fim; segundo o tantrismo, é a divina "mãe" ou pai do universo, destruidor (a) de toda a maldade. É representada (o) como uma mulher exuberante, em uma parte da Índia; em outra, como homem de pele escura, que traz um colar de crânios em volta do pescoço e uma saia de braços decepados — expressando, assim, a implacabilidade da morte.
A lenda conta que, numa luta entre Durga e o demônio Raktabija, este fez o desespero de Durga com um maléfico poder: cada gota do sangue se transformava em um demônio. Durga e Shiva, ao tentar matar os vários demônios que surgiam a cada gota de sangue, cortavam a cabeça (e daí nasciam mais e mais demônios). Já em desespero, surge Kali, que cortava as cabeças e lambia o sangue (daí representado pelo colar de cabeças, pela adaga e a língua de fora). Assim, dizimou os demônios-clones de Raktabija.
Mas Kali não é uma deusa ou deus do mal pois, na verdade, o papel de ceifadora de vidas é absolutamente indispensável para a manutenção do mundo. Os devotos são recompensados com poderes paranormais e com uma morte sem sofrimentos.
Kali é a destruidora ou destruidor do demônio Raktabija. E também uma das formas da deusa Parvati, esposa de Shiva. Ou, segundo alguns, o próprio deus Shiva. É coberta de cobras no seu em vez de roupas, e tem um colar dos crânios dos seus filhos.
A figura da deusa tem quatro braços, pele azul, os olhos ferozmente arregalados, os cabelos revoltos, a língua pendente, os lábios tintos de hena e bétele. No pescoço, traz um colar de cabeças humanas e, nos flancos, uma faixa de mãos decepadas. Sempre é representada em pé sobre o corpo caído do esposo Shiva.
Apesar da aparência de malvada, Kali mostra o lado escuro da mulher ou do transgênero e a verdadeira força feminina. Kali é venerada na Índia como uma mãe pelos seus devotos e devotas, que esperam dela uma morte sem dor ou aflição.
  • Criado por evision plataforma vtex